sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Tropicalismo


O Tropicalismo foi um movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968. Seus participantes formaram um grande coletivo, cujos destaques foram os cantores-compositores Caetano Veloso e Gilberto Gil, além das participações da cantora Gal Costa e do cantor-compositor Tom Zé, da banda Mutantes, e do maestro Rogério Duprat. A cantora Nara Leão e os letristas José Carlos Capinan e Torquato Neto completaram o grupo, que teve também o artista gráfico, compositor e poeta Rogério Duarte como um de seus principais mentores intelectuais.


Os tropicalistas deram um histórico passo à frente no meio musical brasileiro. A música brasileira pós-Bossa Nova e a definição da “qualidade musical” no País estavam cada vez mais dominadas pelas posições tradicionais ou nacionalistas de movimentos ligados à esquerda. Contra essas tendências, o grupo baiano e seus colaboradores procuram universalizar a linguagem da MPB, incorporando elementos da cultura jovem mundial, como o rock, a psicodelia e a guitarra elétrica.


O Tropicalismo propunha:



  • Atualização da linguagem musical brasileira em relação ao que se vinha fazendo, especialmente na Europa (Beatles) e Estados Unidos (filosofia hippie)

  • Crítica aos valores éticos, morais e estéticos da cultura brasileira

  • Rejeição à tendência lírica da MPB através de uma linguagem mais realista e atual

  • descompromisso total com os estilos, com os modismos, com as coisas feitas e esgotadas

  • adoção de uma visão latino-americana inserida na realidade cotidiana.

3 comentários:

Bruna disse...

Olá! Sou estudante de Letras da UNESP de Rio Preto. Tenho uma sugestão - caso ainda não tenham conhecimento disso: procurem algo sobre poesia marginal. Tem tudo a ver com o assunto desse post. Não duvido de que vão gostar.
Satisfação!

Bruna disse...

Olá! Sou estudante de Letras da UNESP de Rio Preto. Tenho uma sugestão - caso ainda não tenham conhecimento disso: procurem algo sobre poesia marginal. Tem tudo a ver com o assunto desse post. Não duvido de que vão gostar.
Satisfação!

Bruna disse...

Olá! Sou estudante de Letras da UNESP de Rio Preto. Tenho uma sugestão - caso ainda não tenham conhecimento disso: procurem algo sobre poesia marginal. Tem tudo a ver com o assunto desse post. Não duvido de que vão gostar.
Satisfação!